Tradutor/ Translate

Laís Nunes vai lutar por medalha no Kolov e Petrov 2021

Kamila Barbosa, categoria até 50kg, e Giullia Penalber, até 57kg, estreiam neste sábado, às 4h
Foto: COB

O wrestling brasileiro estreou com duas vitórias no Torneio Internacional Dan Kolov – Nikola Petrov, em Plovdiv, Bulgária. A lutadora Laís Nunes, categoria até 62kg, venceu suas duas primeiras lutas na competição e retorna neste sábado (10/4), às 11h, horário de Brasília, para as finais de sua categoria. A atleta olímpica dos Jogos Rio 2016 e já classificada para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 fica com a medalha de ouro se vencer as duas lutas que lhe restam. O wrestling brasileiro ainda vai contar com as estreia de Kamila Barbosa até 50kg e Giullia Penalber até 57kg, também neste sábado, às 4h.

AMIGO LEITOR
Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico. Não deixe essa chama apagar. Neste momento de dificuldade, toda contribuição financeira é bem-vinda.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro - Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Confira como foram as lutas de Laís.

Judô Tênis

Laís estreou na categoria até 62kg, disputada no sistema todas contra todas, contra a promessa da Letônia, Alina Antipova. A brasileira atacou desde o primeiro segundo, passou para as costas e emendou um roulé pra fazer 4 a 0. Alina tentava em vão se defender e não conseguiu impedir que Laís a retirasse da área delimitada duas vezes, passasse para as costas mais uma vezes e por fim com outro roulé. Ao atingir o placar de 10 a 0, a brasileira avançou para a terceira rodada por superioridade técnica, ainda no primeiro round.

No segundo combate, Laís enfrentou a venezuelana Nathaly Herrera. Depois de um minuto de estudos e sem pontuação, Herrera conseguiu retirar a brasileira do tapete e abrir 1 a 0. Antes do fim do primeiro round, a vezenuelana conseguiu passar para as costas da brasileira e fechou o período com 3 a 0 no placar. No segundo round, Laís voltou com tudo. A goiana radicada em São José dos Campos retirou a oponente do tapete e em seguida conseguiu uma queda de 4 pontos, para virar o placar. O treinador venezuelano lançou o desafio, que não foi aceito pela arbitragem e Laís somou mais um ponto: 6 a 3. Herrera conseguiu passar para as costas da brasileira mais um vez, mas Laís se defendeu e segurou a vitória por 6 a 5.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Fonte COB (cob.org.br)

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.