Pentatlo Moderno

Mundial Júnior de pentatlo moderno tem quatro brasileiros em ação

2157.V

CBPM
Stephany Saraiva e Bianca Cavalcanti buscam vaga inédita na final, enquanto William Muinhos e Felipe Nascimento sonham mais alto no masculino

Stephany Saraiva e Bianca Cavalcanti buscam vaga inédita na final, enquanto William Muinhos e Felipe Nascimento sonham mais alto no masculino

O Brasil tem quatro atletas no Campeonato Mundial Júnior de Pentatlo Moderno, a partir desta quinta-feira (22.05), na cidade de Drzonków, na Polônia. A competição começou na última terça (20.05) com as disputas de revezamento. As provas individuais têm início nesta quinta e as finais estão previstas para o fim de semana.

A competição reúne cerca de 150 atletas de 30 países, todos com no máximo 21 anos de idade. As brasileiras Stephany Saraiva, de 19, e Bianca Cavalcanti, de 18, serão as primeiras a competir. Nesta quinta, as estreantes no Mundial tentam uma vaga na final da prova individual feminina. As duas são beneficiadas pelo programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte.

Elas vão competir com outras 66 atletas e buscam um feito inédito para o país. “Essa é mais uma competição importante, mais ainda para nós meninas que ainda não conseguimos uma final nesse mundial. Estamos indo em busca dessa vaga. Espero melhorar meu tempo e estar entre as 36 da categoria”, afirma Bianca.

Enquanto as meninas competem pela primeira vez no Mundial, Felipe Nascimento e William Muinhos, também beneficiados pelo Bolsa-Atleta, vão para a quarta participação seguida. William foi o primeiro brasileiro a conseguir uma vaga na final da competição, em 2011, na Argentina. Em 2013, os dois se classificaram para a final, outro feito inédito. Eles competem na prova qualificatória nesta sexta-feira (23.05).

Para completar, William quebrou o recorde mundial júnior na série de tiro do evento combinado com a corrida. O brasileiro conseguiu cinco acertos em apenas oito segundos, marca que ainda pertence a ele.

Com tanta bagagem, William e Felipe não querem apenas chegar a mais uma decisão. “Mais uma vez espero ir para a final e conseguir um resultado melhor do que o meu 21º lugar na Argentina em 2011. Treinei bem para isso e sei que uma boa performance está à vista”, avisou William, 30º colocado no Mundial do ano passado.

Em 27º lugar no ranking mundial da categoria, Felipe Nascimento projeta um resultado ainda mais ousado que o companheiro. “Espero garantir uma vaga na final e lá ficar entre os 15 primeiros colocados”, afirmou o atleta, 35º em 2013.

www.brasil2016.gov.br
CBPM

Mais...

Buscas

Todas as notícias