Judô

Brasileiro é campeão mundial de judô para pessoas com deficiência intelectual

33.V

CBJ
Catarinense João Vitor Ferreira venceu todas as lutas por ippon para conquistar título inédito para o Brasil

Catarinense João Vitor Ferreira venceu todas as lutas por ippon para conquistar título inédito para o Brasil

O Judô brasileiro tem mais um campeão mundial em 2017. Dessa vez, o título veio com o atleta João Vitor Ferreira, 21, de Santa Catarina, que levou o ouro no Campeonato Mundial de Judô para pessoas com deficiência intelectual. A competição aconteceu neste domingo, 22, em Colônia, na Alemanha, e, pela primeira vez, teve a chancela da Federação Internacional de Judô (FIJ).

Para subir no lugar mais alto do pódio, João enfileirou seis adversários, vencendo todos os combates pela pontuação máxima do judô, o ippon. Na final, derrotou o belga Kristof Meeus.

"Essa conquista é fruto de um trabalho que vem sendo desenvolvido no Brasil há alguns anos, através do professor Ricardo Lúcio, que oportunizou ao João participar de campeonatos nacionais e internacionais (Itália e Holanda). Isso deu uma boa bagagem e experiência ao João para lutar em uma competição tão forte como foi esse Campeonato Mundial. Esperamos que esse resultado sirva de incentivo a novos judocas e que instituições públicas e privadas comecem a investir nesse segmento que vem dando ótimos resultados ao Judô Brasileiro", comemorou Giovani Ferreira, técnico e pai de João, em entrevista ao globoesporte.com.

O Mundial para pessoas com deficiência intelectual reuniu 110 judocas de 13 países diferentes promovendo a inclusão social por meio do esporte e provando que o judô é para todos.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias