Mundial do México

Nadadora compete nas Paralimpíadas Escolares antes de disputar Mundial do México

46.V

Daniel Zappe/CPB/MPix

No segundo dia das Paralimpíadas Escolares 2017, nesta quinta-feira, 23, o destaque da natação foi Ana Karolina Soares, 17, de São Paulo. Participando pela primeira vez da competição, ficou em primeiro lugar da classe S14 (para deficientes intelectuais) nos 100m livre.

A jovem diagnosticada com déficit de atenção começou a nadar aos quatro anos de idade. Depois de ouvir que a piscina da academia era pequena para o seu talento, foi competir com os atletas convencionais, porém, não acompanhava os resultados. Por isso, chegou a abrir mão de disputar campeonatos da sua faixa etária, até receber o convite para ingressar no esporte paralímpico, há um ano.

“Como eu tinha parado de treinar, eu tinha receio, mas aí eu pensei que poderia ter sorte no esporte paralímpico”, contou Ana. De fato foi uma boa escolha, pois a atleta impressionou ao quebrar cinco recordes brasileiros em setembro em uma competição promovido pela Associação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais (ABDEM). Ela foi recordista nos 100m livre, 100m costas, 50m e 100m borboleta e 4x100m livre misto.

Ana Karolina foi convocada para a Seleção Brasileira de Natação que disputará o Mundial da Inas (Federação Internacional de Esportes para Deficientes Intelectuais, na sigla em inglês), na cidade de Águas Calientes, no México, de 26 de novembro a 4 de dezembro. “Eu estava no ônibus com uma amiga quando saiu a lista de convocados para o Mundial da Inas. Eu fiquei tão feliz, chorei, gritei e pulei”. relatou.

Karolina se despede das Paralimpíadas Escolares nesta sexta-feira, 24, último dia de competição no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, com os 50m borboleta.

Nas últimas duas edições das Paralimpíadas Escolares, o título ficou com o estado de São Paulo. Desde suas primeiras versões, o evento revela talentos do paradesporto brasileiro. Os velocistas Alan Fonteles e Petrúcio Ferreira, a saltadora Lorena Spoladore, o nadador Matheus Rheine e o atleta do goalball Leomon Moreno, todos eles medalhistas em Jogos Paralímpicos e Mundiais, são alguns dos nomes que despontaram na competição.

A entrada para o público interessado em assistir às disputas é gratuita. Os veículos de imprensa que quiserem cobrir as Paralimpíadas Escolares não precisarão de credenciamento prévio. Bastará dirigir-se à sala de imprensa nos dias do evento.

A 11ª edição das Paralimpíadas Escolares se encerrará nesta sexta-feira, 24. O evento também contará com uma cerimônia de encerramento, a partir das 20h30, no Pavilhão Oeste do Anhembi.

Patrocínio

As Paralimpíadas Escolares 2017 têm patrocínio das Loterias Caixa.

Serviço

Paralimpíadas Escolares 2017
Competições – 22 a 24/11 - Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro - Rodovia dos Imigrantes, Km 11,5, São Paulo (SP) - ao lado do São Paulo Expo
Entrada franca

Assessoria de comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias