Circuito de 2 km

Brasil disputa neste sábado o Sul-Americano de Marcha Atlética

163.V

Divulgação/ CBAt

A Seleção Brasileira participa neste sábado (dia 10) do Campeonato Sul-Americano de Marcha Atlética, que será disputado na cidade de Sucúa, no Equador. As oito provas previstas no programa serão realizadas num circuito de 2 km, em via asfaltada, na Avenida Oriental.

O grande nome da delegação nacional é a pernambucana Erica Rocha de Sena, recordista sul-americana dos 20 km, com o tempo de 1:26:59, obtido na quarta colocação no Mundial de Londres 2017. A brasileira mora em Cuenca, no Equador, há seis anos.

Há duas semanas, Erica (Orcampi Unimed) estreou na IAAF Race Walking Challenge 2018, circuito no qual foi a campeã no ano passado. A brasileira ganhou a medalha de prata da prova dos 20 km do Memorial "Jerzy Hausleber", em Monterrey, no México.

Além de Erica, o Brasil terá outros 13 representantes na competição equatoriana. A delegação chegou à Sucúa na madrugada desta sexta-feira (9), fez o reconhecimento do circuito ainda na manhã.

"Consegui me recuperar do desgaste do México e o objetivo é fazer uma boa prova aqui em Sucúa", comentou Erica, que mora perto da cidade (a uma distância de quatro horas de carro). "Vou fazer uma competição para conseguir a melhor colocação possível", completou a brasileira, que está inscrita no Grande Prêmio de Rio Maior, de Portugal, no dia 7 de abril.

Outro destaque feminino é a catarinense Nair da Rosa (AABLU), que no ano passado na Copa Pan-Americana de Marcha Atlética de Lima, no Peru, quebrou o recorde sul-americano dos 50 km, com 4:39:28. No Mundial de Londres, terminou na quinta colocação.

No masculino, as atrações são os atletas olímpicos Moacir Zimmermann, nos 20 km, e José Alessandro Bagio, nos 50 km, ambos da AABLU.

Além do Brasil e do Equador, a competição prevê participação de atletas da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia e Peru, além de convidados da Costa Rica e Guatemala.

Sucúa, que se denomina "a cidade da marcha", é um município que fica a 900 m de altitude, que sofre influência da Amazônia, com grande variação de temperatura - entre 16 e 26 graus são esperados para este sábado.

A delegação brasileira é chefiada por Deraldo Oppa, tem a médica Denise Carpigiani Ribeiro e o fisioterapeuta e massoterapeuta Paulo Antonio Moreira Rezende. A comissão técnica é formada por Rodrigo Augusto Rosa, Valtinho Pereira da Silva e George André Cordeiro.

A equipe brasileira:

Masculino
Moacir Zimmermann (AABLU-SC) - 20 km - Adulto
Max Batista dos Santos (CASO-DF) - 20 km - Adulto
Lucas Gomes Mazzo (Orcampi Unimed-SP) - 20 km - Adulto
José Alessandro Bagio (AABLU-SC) - 50 km - Adulto
Matheus Gabriel Correa (AABLU-SC) - 10 km - Sub-20
Murilo Coutinho Ribeiro (PM Colombo-PR) - 10 km - Sub-20
Kauan da Silva Domingues (MEM-SP) - 10 km - Sub-18

Feminino
Erica Rocha de Sena (Orcampi Unimed-SP) - 20 km - Adulto
Viviane Santana Lyra (FECAM-PR) - 20 km - Adulto
Elianay Santana Barbosa (CASO-DF) - 20 km - Adulto
Nair da Rosa (AABLU-SC) - 50 km - Adulto
Laryssa Fernanda Frois (Curitiba-SMELJ-PR) - 10 km - Sub-20
Elica de Oliveira Costa (Orcampi Unimed-SP) - 10 km - Sub-20
Gabriela de Sousa Muniz (CASO-DF) - 5 km - Sub-18

Programa horário*

09:00 - 50 km - Adulto - masculino e feminino
10:00 - 20 km - Adulto - feminino
12:00 - 20 km - Adulto - masculino
16:00 - 5 km - Sub-18 - feminino
16:30 - 10 km - Sub-20 - feminino
17:30 - 10 km - Sub-18 e Sub-20 - masculino

*Horário de Brasília (duas horas à frente do Equador)

www.cob.org.br
Comitê Paralímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias