MVP do Brasileirão receberá o Troféu Wlamir Marques

MVP do Brasileirão receberá o Troféu Wlamir Marques
Imagem: CBB

Um dos maiores da história do basquete brasileiro e mundial, Wlamir Marques, o “Diabo Loiro”, dará nome ao troféu de MVP do Campeonato Brasileiro adulto masculino de 2021. Wlamir foi bicampeão mundial de basquete com o Brasil, em 1959 e 1963, além de vice-campeão em 1954 e 1970. Conquistou ainda duas medalhas de bronze olímpicas, em Roma 1960 e Tóquio 1964. Aos 83 anos, o paulista de São Vicente fez uma carreira irrepreensível pelo Corinthians, numa década gloriosa com títulos paulistas, sul-americanos e três Campeonatos Brasileiros.

  • É uma honra muito grande ser reconhecido e dar nome a esse troféu do Campeonato Brasileiro. Fico feliz com a lembrança e agradecido – disse Wlamir Marques.

AMIGO LEITOR

Seja um colaborador do nosso Site Portal Olímpico.
Venha fazer parte desta família.
Colabore com a divulgação dos esportes.
Não deixe essa chama apagar.
Dê sua contribuição: Pix 22988620015
Depósito ou Transferência Bancaria em nome de Francisco de Alvarenga Leandro
Banco: Santander Ag: 3086 - Conta: 01042887-3
Qualquer dúvida (22) 988620015.
Desde já, agradecemos sua colaboração!
Atenciosamente, Sócio/Gerente: Francisco de Alvarenga Leandro.

Wlamir Marques começou no basquete aos dez anos, quando jogava pelo Tumiaru, da sua cidade, São Vicente, São Paulo. Em 1953, foi para o XV de Piracicaba, time que defendeu até os 25 anos, indo para o Corinthians em 1962, onde ficou até 1972.

O Diabo Loiro foi dez vezes campeão do Paulista e ganhou mais seis vezes os Jogos Abertos do Interior, importante torneio da época no interior de São Paulo. Mais tarde, na década de 70, optou pela carreira de treinador. No ano passado, Wlamir foi indicado ao Hall da Fama do Comitê Olímpico do Brasil por sua trajetória como atleta dentro e fora das quadras, sempre um exemplo para os demais.

Judô Tênis

O Campeonato Brasileiro homenageia também outras grandes figuras do basquete nacional. Gerson Victalino e Hélio Rubens Garcia dão nome as duas conferências do torneio e Cláudio Mortari dá nome ao troféu que será entregue ao melhor treinador da competição. Uma forma de lembrar a importância desses ídolos e homenageá-los em vida – lembrando que as conferências foram batizadas em 2019, antes da precoce partida do grande Gerson Victalino.

[Querido amigo! Está gostando desta matéria? Se sim, precisamos da sua colaboração para mantermos o nosso Site Portal Olímpico. Contribua com a quantia que puder, será de grande ajuda.
Nosso PIX: 22988620015.
Desde já, nosso muito obrigado, e prossiga com uma boa e abençoada leitura.]

Brasileirão em formato de sedes

O Campeonato Brasileiro adulto masculino de 2021 será disputado em sistema de sedes. A novidade foi aprovada pelos clubes e visa dar mais segurança aos atletas e todo o ecossistema do basquete diante dos últimos gráficos da pandemia da COVID-19, que cresce praticamente em todo o Brasil e dificulta projeções.

As equipes das Conferências Gerson Victalino e Hélio Rubens Garcia irão se enfrentam em jogos de turno e returno, em sedes, sem mexer no formato da competição. Oitavas de final, quartas e o Final Four terão suas sedes definidas futuramente.

O torneio começa em fevereiro, e tem previsão de encerramento em 30 de maio com a definição do campeão. A tabela completa da competição será divulgada em breve pela CBB.

Sedes

A Conferência Gerson Victalino terá sua sede do turno em Goiânia, com o Vila Nova/AEGB como anfitrião, entre 7 a 14 de fevereiro. O returno será entre 7 a 14 de março, com o Botafogo sendo o mandante.

Já a Conferência Hélio Rubens Garcia terá a Liga Esportiva Ponta Grossa como sede, entre 22 de fevereiro a 1º de março. O returno será na casa do AD Brusque, entre 22 a 29 de março.

Todas as equipes deverão seguir os protocolos de Retorno ao Esporte estabelecidos pela Confederação Brasileira de Basketball e pelas áreas de saúde dos municípios e Governo Federal.

Equipes

Com 12 equipes de três regiões do país, a competição conta com Botafogo, União Corinthians e o Vila Nova, todos com títulos nacionais em sua história. De Santa Catarina, confirmaram presença o Joinville Basquete, o Black Star, Brusque Basquete e Blumenau Basquete. Do Paraná, estão garantidos ADRM Maringá, Londrina Basketball e o NBPG Ponta Grossa, atual campeão do Brasileiro.

No Rio Grande do Sul, o União Corinthians irá voltar ao basquete profissional, mesmo caminho faz o Vila Nova, de Goiás, que também terá o Vultures Anápolis. Osasco será o representante de São Paulo e o Botafogo fecha a lista no Rio de Janeiro.

Conferência Gerson Victalino

Botafogo
Basket Osasco
Anápolis Vultures
Vila Nova/AEGB
Basquete Blumenau
Black Star Joinville

Conferência Hélio Rubens Garcia

Ponta Grossa/NBPG
ADRM/Maringá
Londrina Basketball
Basquete Brusque
União Corinthians
Joinville Basquete

Fonte: CBB (cbb.com.br)

Share