Judô

Antônio Tenório participa de evento paralímpico e olímpico no Pará

361.V

Daniel Zappe/CBDV/MPIX
Antônio Tenório em ação no Grand Prix Internacional Infraero de Judô Paralímpico

Antônio Tenório em ação no Grand Prix Internacional Infraero de Judô Paralímpico

Lenda do judô paralímpico mundial, Antônio Tenório é uma das atrações do I Seminário Paralímpico e Olímpico, do Projeto Dorinha e da Associação Souza Filho de Artes Marciais (ASFAM), neste final de semana, em Belém, no Pará. O multicampeão terá a companhia da vice-campeã mundial de judô, Erika Miranda. A programação conta com palestras e treinos técnicos.

“Espero que esse Seminário seja muito proveitoso para o desporto paralímpico e olímpico. Um projeto da ASFAM e Dorinha, através do professor Reinaldo e da professora Ana Cecília, onde saíram diversos atletas para a seleção. Pra mim é muito importante poder contribuir para o crescimento do esporte aqui em Belém, com essas pessoas que se dedicam todos os dias doando um pouco do tempo para que estes atletas sejam vencedores”, exaltou Antônio Tenório.

O Projeto Social Dorinha, desenvolvido pela ASFAM, iniciou em 2010 com o objetivo de dar oportunidade às pessoas com deficiência e menores carentes de treinar o judô sem custos, na faixa etária de 3 a 50 anos, e conta com o tetracampeão paralímpico (também detentor de outras duas medalhas) como embaixador.

“Tenório é o nosso Embaixador. Desde 2014, tem nos acompanhado de perto, nos orientando, nos dando forças para continuar nossa caminhada nada fácil. Ele deu a ideia do evento, estamos passando por diversas dificuldades financeiras, e o objetivo do evento é angariar fundos para pagar os custos fixos da ASFAM no ano de 2018”, disse a professora Ana Cecília, uma das responsáveis pelo Projeto, que revelou uma novidade.

“Neste evento lançaremos a ação “Adote um Atleta do Projeto Dorinha”, projeto esse que qualquer pessoa física ou jurídica poderá adotar um atleta com o custo entre 50 reais (pessoa física) a 100 reais (pessoa jurídica) por mês, dando condições de um atleta de baixa renda ou paratleta treinar judô em um local de qualidade com profissionais capacitados”.

A Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) é parceira da ASFAM na realização do seminário e a professora Ana Cecília reconheceu a importância da entidade no apoio ao evento.

“A CBDV é o órgão máximo do judô paralímpico brasileiro e não mede esforços para que suas entidades filiadas cresçam e se capacitem com seus gestores e técnicos. Procuramos a Confederação, em nome do secretário geral Helder Araújo, e imediatamente fomos atendidos”, encerrou Ana Cecília.

Programação

Sexta-feira – 23/3
15h – Exibição do Filme B1 – Tenório em Pequim
Local: Faculdade Fibra – Av. Gentil Bittencourt, 1144 – Nazaré, Belém/PA

Sábado – 24/3
10h – Palestras com Antônio Tenório e Érika Miranda & Lançamento “Adote um Atleta Projeto Dorinha”
Local: Faculdade Fibra – Av. Gentil Bittencourt, 1144 – Nazaré, Belém/PA

15h – Treinamento Técnico
Local: ASFAM – Av. Alcindo Cacela, 322 – Umarizal, Belém/PA

Patrocínio e apoio ao esporte

Com o patrocínio da Infraero desde 2009, o judô paralímpico brasileiro conta com recursos oriundos desta parceria, fundamentais na execução das fases de treinamento, realização das duas etapas do Grand Prix, intercâmbios dos atletas da seleção, contratação de profissionais para a equipe multidisciplinar, além de atender outros projetos importantes para o crescimento da modalidade no país.

www.cbdv.org.br
Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais

Mais...

Buscas

Todas as notícias