Judô

Judocas da Seleção Brasileira participam de evento com Rodrigo Minotauro

367.V

Daniel Zappe/CPB/MPIX
Judocas da seleção com Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro

Judocas da seleção com Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro

Cinco judocas da Seleção Brasileira de judô paralímpico estiveram presentes no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, nesta quarta-feira, 4, para uma atividade de integração realizada pelo Embaixador Paralímpico Rodrigo Minotauro com representantes do parajiu-jítsu, modalidade em desenvolvimento no Brasil.

O parajiu-jítsu é uma modalidade que possui as mesmas regras do convencional, destinada a atletas com deficiência física, motora, visual, intelectual e auditiva.

Minotauro afirmou que o judô e jiu-jítsu são duas modalidades que se complementam entre si. Ele conta que seu primeiro contato com a luta foi aos quatro anos, quando começou a praticar judô. Depois, já adolescente, conheceu o jiu-jítsu e percebeu que os conhecimentos adquiridos na outra modalidade o ajudavam muito a se desenvolver nesta nova prática.

“Eu espero que as duas modalidades possam crescer juntas, porque sabemos que uma completa a outra. Essa foi uma realização enorme para mim e espero que este tatame veja o parajiu-jítsu mais algumas vezes”, disse o Embaixador Paralímpico.

O judô paralímpico foi representado por Alana Maldonado, Denis Rosa, Harlley Arruda, Lúcia Araújo e Rebeca Silva, que participaram das atividades de demonstração da modalidade para os atletas do parajiu-jítsu, com aplicação de golpes e explicação das regras e adaptações.

Rodrigo Minotauro foi apresentado recentemente como o 14º integrante do Projeto Embaixador Paralímpico, que tem a intenção de aumentar a visibilidade do Movimento no país. Os Embaixadores vêm das mais diversas áreas de atividade. Além de Rodrigo, o programa conta com os apresentadores Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima, os pilotos Ayrton Senna (in memorian) e Emerson Fittipaldi, os atores Cléo Pires e Paulo Vilhena, os atletas Flávio Canto, Gustavo Kuerten e Ronaldinho Gaúcho, o senador Romário e os empresários Luis Severiano Ribeiro, Nizan Guanaes e José Victor Oliva.

Patrocínio e apoio ao esporte

Com o patrocínio da Infraero desde 2009, o judô paralímpico brasileiro conta com recursos oriundos desta parceria, fundamentais na execução das fases de treinamento, realização das duas etapas do Grand Prix, intercâmbios dos atletas da seleção, contratação de profissionais para a equipe multidisciplinar, além de atender outros projetos importantes para o crescimento da modalidade no país.

Na madrugada do dia 19 de abril, o Brasil embarca para a Turquia, através do patrocínio da Infraero, para a disputa da Copa do Mundo IBSA de Judô Paralímpico. A delegação brasileira será formada por Alana Maldonado, Antônio Tenório, Lúcia Araújo, Rebeca Silva, Thiego Marques e Wilians Araújo, além dos técnicos Alexandre Garcia e Jaime Bragança.

Saiba mais: https://bit.ly/2q5wJrw

www.cbdv.org.br
Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais

Mais...

Buscas

Todas as notícias