Goalball

Brasileiros são convocados por clube português para competir na Alemanha

14.V

Leandro Martins/CPB/MPIX
Romário Marques durante o Campeonato das Américas de Goalball 2017

Romário Marques durante o Campeonato das Américas de Goalball 2017

Leomon Moreno, atleta brasileiro do goalball, foi convocado mais uma vez para compor a equipe do Sporting Clube de Portugal. Porém, desta vez, ele vai acompanhado de outros dois brasileiros, Romário Marques e Altemir Trapp, da comissão técnica da Seleção Brasileira. Junto com atletas da Suécia, República Tcheca e Portugal, eles irão representar o time português na terceira edição da Copa Goalball de Berlim, na Alemanha.

Em fevereiro, Leomon foi chamado para competir a Superliga Europeia de Goalball pelo clube de Portugal, quando colaborou para que a equipe garantisse o primeiro lugar. Nesta competição, além de ser chamado novamente, ele pôde ainda indicar colegas para irem junto com ele, no caso, o Romário.

"Essa prática do Sporting é uma boa forma deles valorizarem os atletas brasileiros e investirem mais no esporte, principalmente depois do resultado que conseguiram na última competição em que estive presente”, disse Leomon.

Na Berlin Cup Goalball 2018 participam equipes da Alemanha, Cazaquistão, Finlândia, Portugal e Polônia. A competição acontece entre os dias 28 e 30 de abril.

Os reforços brasileiros na equipe portuguesa, desta vez, serão também fora das quadras. Altemir faz parte da comissão técnica da Seleção Brasileira de goalball desde 2014. Educador físico e mestre em engenharia de sistemas, ele é responsável pela ferramenta que analisa o desempenho dos atletas que fazem parte da equipe brasileira.

“Eles já tinham adquirido nosso software e agora queriam saber sobre a nossa metodologia para análise de desempenho, edições de vídeos, feedback dos atletas e como que as informações são passadas para a comissão técnica. A gente teve maior abertura com o Sporting a partir de Leomon, que já esteve lá e tem mais contato com eles.”

Essa ferramenta, que analisa em tempo real todos os lances do jogo, é muito utilizada por seleções e atletas de alto rendimento do esporte olímpico. Entre as modalidades paralímpicas, no entanto, essa técnica ainda é pouco utilizada, ou então, adaptada do convencional. “Algumas modalidades usam do olímpico mesmo, só que adaptado. Mas a gente do goalball teve que começar do zero, porque não tinha outro para se inspirar e apoiar”, conta Altemir.

A Seleção Brasileira de goalball treina entre os dias 15 e 24 de abril, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro. Durante esse período, eles terão uma série de amistosos contra a equipe da Argentina, que começa na sexta-feira, 20, e vai até segunda-feira, 23.

www.cbdv.org.br
Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais

Mais...

Buscas

Todas as notícias