Judô

Brasileiras se destacam em Copa do Mundo IBSA de judô paralímpico na Turquia

261.V

Marcio Rodrigues/CPB/MPIX
Alana Maldonado no pódio dos Jogos Rio 2016

Alana Maldonado no pódio dos Jogos Rio 2016

Cinco judocas da Seleção Brasileira entraram no tatame nesta segunda-feira, 23, pela Copa do Mundo IBSA, em Antalya, Turquia. O saldo foi positivo com três medalhas conquistadas. Alana Maldonado faturou a prata nos médios, enquanto Lúcia Araújo, no meio-médio, e Rebeca Silva, no pesado, ganharam o bronze.

O vice-campeonato conquistado pela atleta da AMEI-SP e do Palmeiras mantém o retrospecto de subir no pódio desde a sua primeira participação num evento internacional, em 2015, no German Open. Para chegar à mais uma medalha, Alana Maldonado precisou superar as adversárias e as dores que sentia no joelho.

“Superação é o que foi este campeonato pra mim. Fiz lutas duras, uma com Golden Score, e sentia muitas dores no joelho, mas consegui chegar até a final. Estou feliz pelo resultado, mas agora é pensar nos próximos campeonatos do ciclo”, disse Alana.

O Brasil teve ainda participação de Thiego Marques (no domingo, 22), Antônio Tenório e Wilians Araújo na competição, mas que não conseguiram chegar na disputa pela medalha.

A delegação brasileira permanece na cidade turca por mais dois dias para treinamentos com os judocas que participaram da competição, num intercâmbio muito comum, quando os lutadores treinam juntos após as competições.

Próximos compromissos

O judô paralímpico brasileiro tem ainda na agenda dois grandes eventos internacionais para participar este ano. Entre os dias 16 e 23 de maio, o Brasil vai até Calgary, no Canadá, para a disputa do Campeonato das Américas IBSA, e em novembro, o principal desafio do ano, no Campeonato Mundial, em Lisboa, Portugal.

Patrocínio e apoio ao esporte

Com o patrocínio da Infraero desde 2009, o judô paralímpico brasileiro conta com recursos oriundos desta parceria, fundamentais na execução das fases de treinamento, realização das duas etapas do Grand Prix, intercâmbios dos atletas da seleção, contratação de profissionais para a equipe multidisciplinar, além de atender outros projetos importantes para o crescimento da modalidade no país.

www.cbdv.org.br
Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais

Mais...

Buscas

Todas as notícias