Judô

Antônio Tenório vibra com maior participação em competições internacionais

76.V

Leandro Martins/CPB/MPIX
Tenório contra o americano Benjamin Goodrich no Campeoanto da Américas 2017, em São Paulo

Tenório contra o americano Benjamin Goodrich no Campeoanto da Américas 2017, em São Paulo

A Seleção Brasileira de judô paralímpico está a poucos dias de participar do Campeonato das Américas IBSA, em Calgary, no Canadá. O evento será o terceiro desafio do ano do selecionado, fato inédito, e que representa demais para a preparação dos atletas.

Em 2016, durante a preparação para os Jogos Paralímpicos do Rio, a Seleção Brasileira havia participado de duas competições nesta mesma época do ano (German Open e GP Internacional Infraero), marca já ultrapassada, com a disputa dos dois eventos, além da Copa do Mundo IBSA, na Turquia.

As maiores condições de participarem de mais eventos colocam os atletas em atividades e em contato com os adversários, fato que deixa os brasileiros felizes, entre eles, o multicampeão Antônio Tenório, que destacou ainda os treinamentos pós-eventos.

“É importante a gente estar sempre fazendo esses intercâmbios, pegando no quimono dos rivais. O judô é muito inconstante, sempre estão mudando os adversários, e a gente precisa fazer um amplo estudo no decorrer do ciclo para poder chegar em Tóquio”, destacou o tetracampeão paralímpico, detentor de outras duas medalhas.

Sobre o próximo desafio, no Campeonato das Américas, Tenório espera trazer um bom resultado para o Brasil, e foi além ao projetar o restante da temporada, que tem ainda um intercâmbio no Japão, em julho, e o Campeonato Mundial no mês de novembro, em Lisboa.

“Esse ano nós já participamos de três campeonatos e vamos para o quarto, no Campeonato das Américas. A gente espera sair de lá com um bom resultado, estar entre os três primeiros colocados, pra seguir para o Japão (no intercâmbio), e depois finalizar o nosso trabalho conquistando um bom posicionamento no ranking com a disputa do Mundial”, projetou.

A delegação brasileira embarca para o Canadá no dia 16 de maio e chega ao Brasil no dia 24.

Confira a programação completa: https://bit.ly/2qXVAxO

Patrocínio e apoio ao esporte

Com o patrocínio da Infraero desde 2009, o judô paralímpico brasileiro conta com recursos oriundos desta parceria, fundamentais na execução das fases de treinamento, realização das duas etapas do Grand Prix, intercâmbios dos atletas da seleção, contratação de profissionais para a equipe multidisciplinar, além de atender outros projetos importantes para o crescimento da modalidade no país.

www.cbdv.org.br
Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais

Mais...

Buscas

Todas as notícias