Handebaol

Handebol do Brasil é campeão em final emocionante contra a Argentina

113.V

Washington Alves/Exemplus/COB
Defesa brasileira para MVP da Champions League para conquistar o ouro

Defesa brasileira para MVP da Champions League para conquistar o ouro

Após uma partida cheia de craques, rivalidade e emoção, a seleção brasileira masculina de handebol conquistou a medalha de ouro nos Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018. Na noite de quarta-feira, dia 6, Brasil e Argentina fizeram mais um clássico de encher os olhos, como vários que historicamente decidiram o torneio continental. No final, comemoração do time brasileiro, que venceu por 25 a 22 para soltar o grito de tricampeão. A seleção chilena ficou com a medalha de bronze.

Brasil e Argentina entraram em quadra classificados para os Jogos Pan-americanos Lima 2019, principal objetivo a ser conquistado na Bolívia. Mas quando essas equipes se enfrentam em uma final, não existe jogo sem emoção.

Se de um lado a Argentina tinha o MVP (melhor jogador) da final da última Champions League, Diego Simonet, o Brasil tinha o capitão Thiagus Petrus, armador esquerdo de 1,98, que vai se tornar o primeiro brasileiro a jogar no Barcelona, o maior vencedor de títulos da Europa. Thiagus está trocando o Pick Szeged, da Hungria, pela equipe espanhola.

Ao final da decisão, Thiagus estava exaurido, de cansaço e emoção. “Estou muito cansado. Foi um jogo muito difícil na altitude da Bolívia. Mas a gente conseguiu chegar com mais energia que eles no final do jogo e isso fez a diferença. Eu estou tão feliz quanto estou de cansado. Então estou muito feliz por esse tricampeonato”, disse o atleta mineiro, lembrando que a seleção brasileira já havia conquistado o título em Medellín 2010 e Santiago 2014. “A maior característica desse time é a vontade de estar junto e de defender o Brasil”, disse o gigante.

A seleção brasileira não terá muito tempo para descanso. No próximo dia 16 de junho a equipe já disputa o Campeonato Pan-americano na Groelândia. As três primeiras colocadas, entre 12 equipes, se classificam para o Mundial.

Para o treinador da equipe, Washington Nunes, a vitória em Cochabamba fortalece a equipe na disputa pela vaga mundial. “Esse título é muito importante porque é um degrau a mais que subimos neste ciclo olímpico, já classificando para Lima 2019. Na semana que vem embarcamos para a Groelândia para outra etapa, agora classificatória para o Mundial. Ganhar aqui fortalece a equipe nessa caminhada”, disse Washington, lembrando a maior característica da equipe. “Essa equipe tem uma forma de defender muito boa, que já é reconhecida internacionalmente como a defesa do Brasil, a nossa característica principal. Hoje nós conseguimos segurar um ataque que tem o MVP da última Champions League. Esse grupo entendeu muito bem a nossa proposta de jogo e se destaca na defesa e saída para os contra-ataques”, explicou o treinador campeão.

Em Cochabamba, a seleção brasileira feminina também conquistou a medalha de ouro e a vaga nos Jogos Sul-americanos Lima 2019.

Os XI Jogos Sul-americanos Cochabamba 2018 serão realizados até a próxima sexta-feira, dia 8.

www.cob.org.br
Comitê Olímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias