Judô

Rafaela Silva fica em quinto lugar no Grand Prix de Zagreb

29.V

Marina Mayorova/IJF
Brasileira levou três punições e perdeu a disputa pela medalha de bronze no combate contra a húngara Hedvig Karakas

Brasileira levou três punições e perdeu a disputa pela medalha de bronze no combate contra a húngara Hedvig Karakas

A campeã olímpica Rafaela Silva teve o melhor desempenho do judô brasileiro no primeiro dia do Grand Prix de Zagreb, terminando a competição em quinto lugar após perder a disputa pelo bronze com a húngara Hedvig Karakas. As duas atletas levaram duas punições no tempo regulamentar de luta e o equilíbrio permaneceu no golden score. O desempate veio após quatro minutos e meio, quando Rafaela foi punida por passividade e a vitória ficou com Karakas. Essa foi a segunda competição da campeã olímpica em 2018 que, agora, tentará seu primeiro pódio do ano no Grand Prix de Budapeste, em agosto.

Nas preliminares, Rafa foi a melhor de sua chave, vencendo Corina Stefan, da Romênia; Ivelina Ilieva, da Bulgária; e a cabeça-de-chave Nora Gjakova, do Kosovo, para chegar à semifinal do peso Leve feminino, onde foi superada pela canadense Jessica Klimkait, por um waza-ari.

Outros quatro brasileiros lutaram nesta madrugada, mas não avançaram às disputas por medalhas.

Na mesma categoria de Rafaela, Kamila Silva parou na primeira luta para o ippon da alemã Theresa Stoll.

No ligeiro feminino, Gabriela Chibana estreou com vitória sobre a também alemã Mira Ulrich, mas caiu nas oitavas diante da italiana Francesca Milani.

Entre os homens, Raphael Miaque foi quem teve o melhor desempenho, vencendo suas duas primeiras lutas contra Roy Koffijberg, da Holanda, e Yanislav Gerchev, da Bulgária. Miaque, porém, parou no indiano Vijay Yadav, nas oitavas-de-final do peso Ligeiro (60kg).

Representante do Brasil no meio-leve (66kg), Diego Santos ficou na primeira rodada ao sofrer ippon no combate contra o ucraniano Bogdan Iadov.

O Grand Prix de Zagreb continua neste sábado, 28, com mais três brasileiros no tatame: Alexia Castilhos (63kg), Amanda Oliveira (70kg) e João Pedro Macedo (81kg).

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias