Natação

Principal competição do ano da natação começa nesta quinta, 9, na Austrália

46.V

Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB

A Seleção Brasileira de natação paralímpica disputará a partir da madrugada desta quinta-feira, 9, a principal competição internacional do ano. O Parapan-Pacífico acontecerá na cidade de Cairns, na Austrália, até o dia 13. O Brasil será representado por 15 nadadores, sete dos quais medalhistas nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016. Ao todo, 19 países participam do evento.

As eliminatórias começam às 21h desta quarta-feira, no horário de Brasília (manhã de quinta-feira na Austrália), e as finais serão às 4h - as provas terão classes variadas. As disputas acontecerão no Tobruk Memorial Pool, piscina construída para homenagear os soldados australianos que lutaram na Batalha de Tobruque, durante a Segunda Guerra Mundial.

“Os treinos foram montados com foco para esta competição. Teremos adversários diretos para a maioria dos nossos atletas. Tivemos um período de aclimatação devido à diferença de fuso-horário e ao longo deste ciclo teremos três eventos com fase de aclimatação. Depois deste Parapan-Pacífico, as próximas competições em que faremos preparação semelhante serão o Mundial do ano que vem, na Malásia, e os Jogos de Tóquio”, comentou Leonardo Tomasello, técnico-chefe da natação, referindo-se à diferença de 13 horas de fuso entre Brasil e Austrália.

Bicampeão da World Series do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês), o paulista Daniel Dias é o grande destaque da delegação nacional. O atleta da classe S5 está inscrito em sete provas: 50m, 100m e 200m livres, 50m costas, 50m borboleta e dois revezamentos - 4x100m livre 34 pontos e 4x50m livre 20pts. “Estou ansioso e otimista com a minha performance aqui na Austrália. Será um importante passo neste ciclo, um bom parâmetro para o ano que vem que é decisivo para Tóquio”, disse o multimedalhista paralímpico, que estreará nos 200m livre.

O Parapan-Pacífico de natação acontece a cada quatro anos, e sua última edição foi em 2014 na Califórnia, nos Estados Unidos. Apenas Austrália, Japão, Canadá e Estados Unidos podem sediar a competição e a organização do evento fica a cargo de seus comitês paralímpicos nacionais (NPCs, sigla em inglês). Acompanhe aqui a transmissão ao vivo das disputas.

www.cpb.org.br
Comite Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias