Judô

Seleção encerra última concentração no Brasil antes do Campeonato Mundial de Baku

42.V

Lara Monsores/CBJ
Equipe passou cinco dias treinando em Pindamonhangaba e embarcará no dia 13 para aclimatação na França

Equipe passou cinco dias treinando em Pindamonhangaba e embarcará no dia 13 para aclimatação na França

A seleção brasileira de judô fechou na manhã desta quarta-feira, 05, o último treinamento de campo no Brasil preparatório para o Campeonato Mundial de Baku, que acontecerá na capital do Azerbaijão no período de 20 a 27 de setembro. Os 22 convocados estavam desde o último sábado, 01, concentrados em Pindamonhangaba com a comissão técnica da Confederação Brasileira de Judô ajustando os últimos detalhes antes da competição mais importante do ano.

- Veja a lista dos convocados para Baku 2018

"Ter um treino voltado específicamente para o seu objetivo é muito importante. A gente treinou numa rotina muito próxima da realidade da competição, com os horários dos treinos, o período de descanso, além de podermos alinhar com os técnicos os detalhes que farão diferença. Foi um treino para a gente afiar as garras antes da competição", contou Ketleyn Quadros, que vai para sua quinta participação em campeonatos mundiais.

Diferentemente dela, o peso médio Rafael Macedo é um dos sete estreantes dessa equipe em Mundiais. O campeão mundial júnior (2014) aproveitou a concentração com a seleção para já entrar no "modo Mundial".

"Esse treino foi bem importante para, nessa reta final, ajustar alguns detalhes de tática, estudar alguns adversários e entrar no clima do Mundial", disse Macedo.

A programação de treinos envolveu todos os setores da comissão multidisciplinar, como preparação física, fisioterapia, nutrição, departamento médico, técnico e ainda contou com um dia dedicado à simulação de competição e análise de desempenho.

O árbitro Edison Minakawa, coordenador nacional de arbitragem da CBJ e árbitro olímpico, ministrou uma clínica para os atletas nessa terça-feira, onde tirou dúvidas sobre as regras e interpretações da arbitragem. Os judocas foram filmados durante o treino e, em seguida, tiveram suas lutas analisadas pelo árbitro.

"Para nós, da arbitragem, é uma grande honra estar aqui presente e contribuindo na preparação dos atletas junto com a equipe multidisciplinar. Espero ter esclarecido e quebrado alguns paradigmas que, às vezes, persistem sem nenhuma razão", avaliou Minakawa.

"Acredito que essa tenha sido a melhor clínica de arbitragem que fizemos nos treinos da seleção, porque foi muito prática e próxima da realidade", pontuou o gestor de Alto Rendimento da CBJ, Ney Wilson.

PROGRAMAÇÃO ATÉ O MUNDIAL BAKU 2018

Após a concentração em Pindamonhangaba, os atletas retornarão às suas cidades de origem para dar continuidade aos treinos em seus clubes.

O próximo compromisso na agenda rumo ao Mundial de Baku será a aclimatação em Sainte-Généviève-des-Bois, cidade francesa nos arredores de Paris. O primeiro grupo embarcará no dia 13 de setembro e o segundo grupo no dia 16.

Na França, a delegação ficará concentrada no centro de treinamento da seleção francesa de Rúgbi e os treinos serão no clube Sainte-Généviève Sports Judo.

A ida para Baku começará no dia 18 para os atletas dos pesos Ligeiro e Meio-Leve. Os judocas dos pesos Leve e Meio-Médio chegarão ao Azerbaijão no dia 20 e aqueles dos pesos Médio, Meio-Pesado e Pesado chegarão apenas no dia 22.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias