Natação

Brasil em Cannet com nova geração de nadadoras

1131.V

Divulgação
Thiago Pereira está de fora da competição devido a uma amigdalite. Equipe estreia nesta quarta-feira

Thiago Pereira está de fora da competição devido a uma amigdalite. Equipe estreia nesta quarta-feira

Thiago Pereira está de fora da competição devido a uma amigdalite. Equipe estreia nesta quarta-feira
O Brasil estreia na segunda etapa do Circuito Mare Nostrum nesta quarta-feira (11.06), em eliminatórias começando às 4h da manhã e finais às 13h, de Brasília, na cidade de Cannet, na França, com Thiago Simon, Tales Cerdeira, o nadador do paraolímpico André Brasil, Ana Carla Carvalho, Etiene Medeiros, Jessica Cavalheiro, Viviane Jungblut, Natalia de Luccas, Bruna Primati e Giovanna Diamante.

Com a participação de vários atletas olímpicos, como Chad Le Clos (RSA), Florent Manaudou (FRA), Cullen Jones (EUA), Nathan Adrian (EUA), Irie Ryosuke (JAP), entre outros, a competição na França terá um nível técnico mais elevado que a de Portugal e já “coloca no fogo” os jovens talentos brasileiros que estão em busca de experiência para os grandes desafios que terão até 2016. Thiago Pereira, com uma forte amigdalite, não viajou e não estará na etapa de Cannet. Ele permanece em observação para talvez participar da etapa de Barcelona, nos próximos dias 14 e 15.

O time brasileiro que está na França tem parte da equipe campeã no Meeting do Porto, no último fim de semana, entre eles Viviane, Natalia, Bruna e Giovanna. Em Portugal, antes da competição, os atletas passaram por um período intenso de preparação no centro de treinamento de Rio Maior. Segundo o técnico Fernando Vanzella, responsável pela natação feminina na CBDA, foi uma passagem importante, especialmente para as nadadoras.

"O trabalho rendeu muito. Foi um período de uma interação muito grande entre a equipe multidisciplinar e os atletas, em instalações excelentes que facilitaram em muito as atividades. Na competição em Portugal, foi interessante sentir que a presença do Matheus Santana já causa uma expectativa e admiração. No caso da natação feminina, estamos numa progressão e já é possível sentir uma evolução grande, embora a gente saiba que é preciso ainda um caminho para diminuir a lacuna que tivemos em relação aos homens", explicou.

Mare Nostrum 2014 – Canet/Fra

Provas masculinas e femininas de 50m costas (Etiene e Natalia), 50m livre (Giovana e Natalia), 200m costas (Natalia), 100m peito (Ana e Tales), 100m borboleta (Etiene e Giovana) e 200m livre (Jéssica, Viviane e Bruna)

Provas femininas de 800m livre (Viviane) e 200m medley

Provas masculinas de 400m livre e 400m medley (Thiago Simon)

Mare Nostrum 2014 – Canet/Fra

Provas masculinas e femininas de 50m costas (Etiene e Natalia), 50m livre (Giovana e Natalia), 200m costas (Natalia), 100m peito (Ana e Tales), 100m borboleta (Etiene e Giovana) e 200m livre (Jéssica, Viviane e Bruna)

Provas femininas de 800m livre (Viviane) e 200m medley

Provas masculinas de 400m livre e 400m medley (Thiago Simon)

www.brasil2016.gov.br
CBDA

Mais...

Buscas

Todas as notícias