Judô

Seleção encerra participação no Grand Slam de Paris com quinto lugar de Rafaela Silva e permanece na França para treinamento de campo

199.V

.
Melhor resultado veio com a campeã olímpica, que chegou à disputa pelo bronze. Eleudis Valentim e Larissa Pimenta foram às repescagens e terminaram em sétimo lugar

Melhor resultado veio com a campeã olímpica, que chegou à disputa pelo bronze. Eleudis Valentim e Larissa Pimenta foram às repescagens e terminaram em sétimo lugar

O judô brasileiro encerrou neste domingo, 10, sua participação no Grand Slam de Paris, na França. Os melhores resultados, contudo, vieram no sábado, 09, com o quinto lugar de Rafaela Silva e os sétimos de Eleudis Valentim (52kg) e Larissa Pimenta (52kg). A equipe permanecerá na França nesta semana para treinamento de campo e seguirá para a Áustria, onde lutará o Aberto de Oberwart, no próximo sábado. Será a segunda da série de três competições seguidas que a seleção feminina fará em fevereiro. O último compromisso será o Grand Slam de Dusseldorf, na Alemanha, onde o Brasil terá também os homens na disputa.

No último dia de Paris, seis judocas foram ao tatame do Palácio de Bercy, mas não avançaram em suas chaves. No 70kg, Ellen Santana, estreante em Grand Slam, foi superada pela croata Barbara Matic, enquanto a experiente Maria Portela parou em Barbara Timo, sua ex-companheira de seleção que hoje defende Portugal.

No meio-pesado, o melhor desempenho foi de Samanta Soares, que venceu sua primeira luta contra a chinesa Kaili Zhang, mas caiu nas oitavas para a atual vice-campeã olímpica Audrey Tcheumeo, da França.

Já Mayra Aguiar foi superada na primeira rodada pela chinesa Fei Chen, que chegou à semifinal do torneio batendo outra campeã mundial, a japonesa Mami Umeki, nas quartas.

Entre as pesados, Maria Suelen Altheman começou bem, com vitória sobre Valentine Marchand, da França, mas sucumbiu à eslovena Anamari Velenseki, que foi bronze no Rio 2016 no 78kg. Beatriz Souza perdia por um waza-ari no duelo com Shiyan Xu, da China, buscou o empate, mas sofreu o segundo waza-ari e parou na primeira rodada.

Seleção masculina - Com planejamento diferente, a equipe masculina do Brasil não participou do Grand Slam de Paris neste final de semana. Os judocas foram ao Japão em janeiro para uma série de treinamentos em Universidades e só estrearão no Circuito Mundial no Grand Slam de Dusseldorf, que distribui os mesmos mil pontos do Grand Slam de Paris. O torneio alemão acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de fevereiro.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias