Basquete

Leandrinho brilha no fim e Seleção Brasileira bate a República Dominicana em Santo Domingo

114.V

Divulgação/CBB
Vitória por 71 a 63 nesta segunda (25), na casa do adversário, garantiu o terceiro lugar no grupo para o Brasil, com nove vitórias e três derrotas

Vitória por 71 a 63 nesta segunda (25), na casa do adversário, garantiu o terceiro lugar no grupo para o Brasil, com nove vitórias e três derrotas

Foi sofrido, com emoção, mas o Brasil encerrou sua participação nas classificatórias para a Copa do Mundo de basquete com vitória. Com uma atuação decisiva de Leandrinho nos minutos finais, a Seleção Brasileira bateu a República Dominicana por 71 a 63, nesta segunda-feira (25), em Santo Domingo, e carimbou a vaga na China na terceira colocação com nove vitórias e apenas três derrotas.

O JOGO

O técnico Aleksandar Petrovic optou por um quinteto totalmente diferente em relação ao time que começou a partida contra as Ilhas Virgens. Uma das novidades foi Anderson Varejão, recuperado de um torcicolo. Rafa Luz, Leandrinho, Marquinhos e Lucas Dias completaram o quinteto titular. O público presente não chegou a lotar o Palacio de los Desportes, mas veio abaixo com os dois primeiros pontos de Victor Liz, o cestinha dos donos da casa no primeiro quarto com oito pontos, seis deles em bolas de três.

Petrovic mudou praticamente todo o quinteto titular nos minutos finais do primeiro período. A nova formação até desperdiçou algumas bolas bobas, mas troca por troca Petrovic levou a melhor. Sem seus titulares, os dominicanos empacaram nos 22 pontos. Melhor para a Seleção, que passou à frente com duas bolas de três de Didi e Yago. Alex, que acabara de entrar, anotou quatro pontos seguidos, aumentou a diferença para sete e obrigou Melvyn Lopez a parar o jogo. O pedido de tempo quebrou o ritmo brasileiro, e os donos da casa voltaram a pontuar após quase seis minutos em branco. O Brasil foi para o intervalo vencendo por 38 a 32.

Com o quinteto que iniciou o jogo, a Seleção voltou disposta a matar o jogo. Muito superior, o Brasil abriu oito e só não deslanchou porque desperdiçava muitos lances livres. Os donos da casa se aproveitaram e cortaram a diferença pela metade. O torcedor entrou no jogo, os dominicanos tiveram duas chances de virar a partida, mas a Seleção resistiu e foi para o último período com uma vantagem de dois pontos (50 a 48).

Mendoza deixou tudo igual no início do quarto período, mas Rafa Mineiro deu o troco em seguida e recolocou o Brasil em vantagem. Leandrinho e Varejão voltaram para quadra, mas foi uma bola de três que tirou a Seleção do sufoco. Os dominicanos não desistiram e viraram com Mendoza a pouco mais de quatro minutos do fim. O jogo então passou a ser lá e cá. Só que o Brasil tinha Leandrinho. Com quatro pontos seguidos, três deles numa bola de três a 2'14 do fim, o ala do Minas pôs a Seleção com quatro pontos de vantagem. Aí foi só administrar para fechar a partida em 71 a 63.

“Jogamos com muito caráter. Os muitos erros de lances livres (14 no total) e falhas nos rebotes não nos permitiram uma vitória mais tranquila, mas estou contente porque ganhar aqui em Santo Domingo não é fácil. Esse jogo mostrou que com uma defesa forte podemos fazer o resultado mesmo quando erramos acima do normal”, avaliou Petrovic.

“A gente sabia que esse era um jogo muito importante para já começar a nossa preparação para o Mundial. Jogo muito duro, muito difícil, a equipe da Dominicana é muito boa, mas felizmente conseguimos sair com a vitória no finalzinho”, afirmou Leandrinho.

BRASIL: Rafa Luz (0), Lucas Dias (10), Marquinhos (2), Leandrinho (13) e Varejão (13). Entraram: Yago (14), Benite (3), Didi (7), Alex (5) e Rafa Mineiro (4). Técnico: Aleksandar Petrovic.

www.cob.org.br
Comitê Olímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias