Basquete

CBBC aposta em campeões brasileiros para impulsionar Seleção de basquete em CR

113.V

CPB

As equipes brasileiras de basquete em cadeira de rodas estarão até domingo, 3, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, onde serão realizadas as primeiras fases de treinamento da temporada. Os times fazem trabalho intensivo, com vistas à classificação aos Jogos de Tóquio 2020, e apostam na base dos times campeões nacionais para alcançar os objetivos do ano.

Oito dos 16 jogadores do elenco masculino são da ADD Magic Hands, equipe que sagrou-se campeã brasileira em janeiro deste ano. A estratégia repetiu-se com o time feminino, em que oito jogadoras vêm do All Star Rodas Pará, que venceu o Nacional do gênero em novembro passado.

"O fato de os atletas já atuarem juntos em seus clubes é uma facilitação, pois este entrosamento é muito importante no basquete em cadeira de rodas. É um fator que agrega à Seleção, sem dúvidas. As pontuações dos atletas da ADD são as justamente necessárias para a Seleção", disse Sileno Santos, técnico do time masculino.

Ao todo, serão cinco encontros das equipes nesta temporada até os Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto. O torneio classificará os três melhores times masculinos e os dois melhores femininos aos Jogos Paralímpicos de Tóquio. A equipe masculina ainda tem a previsão de disputar um torneio na Bélgica, em abril, para ambientar-se às grandes equipes do cenário internacional.

Além do trabalho em quadra, os times foram submetidos a testes pelo departamento de Ciência do Esporte do Comitê Paralímpico Brasileiro. A intenção é realizar os ajustes necessários para ter os jogadores nas melhores condições possíveis. "A confederação e o CPB têm feito um trabalho muito bom, com todo o suporte que necessitamos", completou Sileno.

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias