Tênis de Mesa

Sem alterações significativas no Ranking Mundial, Calderano se mantém em sexto lugar pelo quarto mês consecutivo

61.V

Divulgação/ITTF
Distância em pontos para o quinto colocado não se alterou. Rankings masculino e feminino não tiveram mudanças entre os dez primeiros lugares

Distância em pontos para o quinto colocado não se alterou. Rankings masculino e feminino não tiveram mudanças entre os dez primeiros lugares

Em um mês sem alterações significativas no ranking mundial de tênis de mesa, o brasileiro Hugo Calderano teve a sexta posição mantida pelo quarto mês consecutivo. Na lista divulgada na manhã desta sexta-feira (1), pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), o carioca segue com os mesmos 13.790 pontos do mês anterior. A diferença para o quinto colocado, o alemão Timo Boll, também não se alterou: ele segue com 14.065 pontos. O líder do ranking é o chinês Fan Zhendong, que vai completar um ano na liderança no final deste mês: 17.001 pontos. Nenhuma posição se alterou entre os dez primeiros colocados dos rankings masculino e feminino na nova lista.

A manutenção de Calderano em sexto lugar já era esperada. Apesar de ter conquistado a Copa Pan-Americana em fevereiro, em Porto Rico, o brasileiro já tinha os pontos deste torneio, pois foi campeão também em 2018. Com isso, ele apenas defendeu a pontuação anterior. Por sua vez, os seus principais adversários não tiveram participações internacionais que pudessem alterar posições.

Hugo Calderano é o melhor atleta das Américas desde a criação do ranking mundial. O norte americano Sol Schiff é considerado pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF) como o número 4 do mundo, em 1938, mas nesta época, não havia ranqueamento. Portanto, ele está próximo de ser considerado o melhor atleta das Américas de todos os tempos.

Os demais brasileiros mantiveram seus postos ou caíram na nova listagem. Gustavo Tsuboi, que ficou com o bronze na Copa Pan-Americana, recuou três posições e está em 42°. Eric Jouti, que teve participação no Aberto de Portugal, permanece em 81°. Vitor Ishiy e Thiago Monteiro tiveram pequenas quedas.

Entre as mulheres, o panorama é bem parecido. Bruna Takahashi, que também participou da Copa Pan-Americana e do Aberto de Portugal, manteve-se em 69° lugar, assim como Lin Gui, que também disputou a competição em Porto Rico, e está em 99°.

Este panorama deve se modificar no próximo ranking, pois os brasileiros participam de três disputas internacionais em março: os Abertos de Omã, Espanha e Catar. Este último é uma etapa platinum do Circuito Mundial, equivalente ao Grand Slam do Tênis, por exemplo.

Confira a posição de todos os brasileiros ranqueados:

FEMININO
69ª Bruna Takahashi (69ª no ranking anterior)
99ª Lin Gui (99ª no ranking anterior)
187ª Jéssica Yamada (186ª no ranking anterior)
287ª Caroline Kumahara (155ª no ranking anterior)

MASCULINO
6º Hugo Calderano (6º no ranking anterior)
42º Gustavo Tsuboi (39º no ranking anterior)
81º Eric Jouti (81º no ranking anterior)
104º Thiago Monteiro (103º no ranking anterior)
122º Vitor Ishiy (120º no ranking anterior)
286º Humberto Manhani (281º no ranking anterior)
355º Cazuo Matsumoto (350º no ranking anterior)
939º Carlos Ishida (918º no ranking anterior)
958º Gustavo Yokota (938º no ranking anterior)
1.044º Vítor Santos (1.027º no ranking anterior)
1.096º Normando Alencar (1.081º no ranking anterior)
1.234º Luan Barbosa (1.219º no ranking anterior)

www.cob.org.br
Comitê Olímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias