Judô

Resultados finais dos judocas brasileiros no Grand Prix de Marraquexe

63.V

CBJ
Brasil teve cinco representantes na competição marroquina nesse final de semana

Brasil teve cinco representantes na competição marroquina nesse final de semana

Cinco judocas representaram o Brasil no Grand Prix de Marraquexe, que aconteceu nos dias 08, 09 e 10 de março, no Marrocos. Os melhores desempenhos foram de Gabriela Chibana (48kg) e Amanda Oliveira (70kg), que venceram uma luta e pararam nas oitavas-de-final do torneio. Ítalo Carvalho (60kg), Jéssica Santos (70kg) e Leandro Guilheiro (81kg) caíram na estreia.

Na sexta, 09, Chibana estreou com vitória por ippon sobre Geronay Whitebooi, da África do Sul, mas perdeu na segunda luta para a italiana Francesca Giorda.

No sábado, 10, Amanda levou a melhor sobre a eslovena Anka Pogacnik, mas parou na francesa Margaux Pinot, que terminou o dia campeã do peso médio feminino.

Ítalo também parou em um judoca da França, o campeão europeu Walide Khyar, enquanto Jéssica Santos foi superada pela holanda Hilde Jager e Guilheiro não passou pelo espanhol Alfonso Urquiza.

O medalhista olímpico foi destaque em reportagem no site oficial da Federação Internacional de Judô e descreveu o que aconteceu no combate. Guilheiro chegou a ter um waza-ari marcado a seu favor, que foi retirado alguns segundos depois. A derrota veio com uma terceira punição que surpreendeu o brasileiro.

"A pontuação foi cancelada um pouco depois e então eu fui desclassificado por um terceiro shido por uma questão com o judogi. Eu não conhecia essa regra de que agora você leva um shido por não arrumar, automaticamente, seu judogi", explicou na entrevista à FIJ. "Eu sempre tento jogar para o ippon, essa é minha ambição em todas as lutas. Jogar e depois perder de novo nas punições me desaponta. Na vida você aprende a perder, a cair, levantar e a continuar e isso é judô".

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias