Judô

Brasil teve Takabatake (60kg) e Cargnin (66kg) em sétimo no primeiro dia do Grand Slam de Ecaterimburgo

139.V

Marina Mayorova/IJF
Competição continua neste sábado, 16, com mais seis judocas brasileiros buscando o pódio na Rússia

Competição continua neste sábado, 16, com mais seis judocas brasileiros buscando o pódio na Rússia

Nesta sexta, primeiro dia de Grand Slam em Ecaterimburgo, na Rússia, os brasileiros que chegaram mais perto do pódio foram Eric Takabatake (60kg) e Daniel Cargnin (66kg), que terminaram em sétimo lugar após caírem na repescagem. A competição continua neste sábado, e a seleção terá outras seis chances de buscar medalhas na Rússia, com Eduardo Barbosa (73kg), Marcelo Contini (73kg), Eduardo Yudy (81kg), Alexia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Maria Portela (70kg).

As preliminares começaram às 3h30 da madrugada no Brasil. Takabatake estreou com vitória nas punições sobre Csaba Szabo, da Hungria, e derrotou o turco Samet Kumtas com um waza-ari no golden score das oitavas-de-final. Nas quartas, o brasileiro foi superado pelo japonês Yuma Oshima, por ippon, tendo que buscar a recuperação na repescagem pelo bronze. Ele enfrentou o russo Albert Oguzov, que venceu o confronto com um waza-ari e, em seguida, venceu a disputa pelo bronze.

Em chave menor, Cargnin precisou de uma vitória sobre o eslovaco Matej Poliak, por ippon, para chegar às quartas, onde caiu para Kilian Le Blouch (FRA). O francês ainda terminou o dia com o ouro do meio-leve.

Na repescagem, Daniel fez luta equilibrada com o japonês Taroh Fujisaka, definida no golden score com um waza-ari para o adversário.

Pelim e Eleudis Valentim vencem na estreia, mas param nas oitavas

O ligeiro Phelipe Pelim protagonizou um dos ippons mais bonitos do dia logo em sua primeira luta em Ecaterimburgo, derrotando Hiu Fung Leung, de Hong Kong. (Veja o vídeo)

Nas oitavas, porém, ele não conseguiu passar pelo georgiano Lukhumi Chkhvimiani e despediu-se das chances de buscar um pódio.

"Infelizmente, perdi a segunda luta para o atleta da Geórgia e não pude disputar medalha. Mas, seguimos firmes, buscando evoluir e aprendendo com as derrotas. Agradeço a todos que estavam na torcida", escreveu Pelim em posagem nas redes sociais.

Assim como ele, a meio-leve Eleudis Valentim (52kg) estreou com vitória por ippon sobre a russa Yulia Kazarina, mas parou nas oitavas diante da israelense Gefen Primo.

Brígida (48kg), Sarah (52kg) e Rafaela (57kg) caem na primeira rodada

Depois de subirem ao pódio no Grand Slam de Dusseldorf, Nathália Brígida (48kg) e Rafaela Silva (57kg) pararam em suas primeiras lutas na Rússia, assim como Sarah Menezes, que reestreou no 52kg.

Brígida não passou pela portuguesa Maria Siderot, que venceu com um waza-ari. Já Rafaela, foi surpreendida pelo ippon da anfitriã Daria Mezhetskaia. E Sarah sofreu três punições no duelo com Diyora Keldiyorova, do Uzbequistão.

www.cbj.com.br
Confederação Brasileira de Judô

Mais...

Buscas

Todas as notícias