Tênis

Ymanitu Silva garante vaga inédita para o Brasil no torneio de Roland Garros

135.V

Ale Cabral/CPB

Foi confirmado nesta sexta-feira, 10, que o catarinense Ymanitu Silva será o primeiro brasileiro a disputar a chave de um torneio Grand Slam de tênis em cadeira de rodas. O atleta recebeu convite da organização de Roland Garros e estará na disputa entre os tenistas quad - que têm comprometimento em três ou mais extremidades do corpo.

A Confederação Brasileira de Tênis solicitou convite para a participação de Ymanitu em abril e recebeu nesta sexta a sinalização positiva. Atualmente, o atleta ocupa o oitavo lugar no ranking mundial de quads da Federação Internacional de Tênis (ITF, em inglês).
O torneio se incia no domingo, 26 de maio e terminará no dia 9 de junho.

"É com muita satisfação que recebemos a notícia da confirmação da participação do Ymanitu na chave de quads de Roland Garros, um dos torneios de tênis mais tradicionais do mundo. A presença de um brasileiro no evento reafirma o desenvolvimento da modalidade e valida o trabalho intenso que tem sido feito pela Confederação Brasileira de Tênis, em conjunto ao CPB, para o desenvolvimento da modalidade no país", disse Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Ymanitu sofreu um acidente de carro em 2007 e ficou tetraplégico. Durante a reabilitação, conheceu o tênis em cadeira de rodas e se encantou, passando a se dedicar profissionalmente ao esporte. Já em 2014 recebu sua primeira convocação para a seleção principal e participou dos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Seu atual enfoque é uma vaga para os Jogos Parapan-Americanos de Lima em agosto e, futuramente, os Jogos Paralímpicos de Tóquio em 2020.

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias