Natação

Natação brasileira fatura dois ouros, três pratas e um bronze na etapa de Budapeste da Copa dos Campeões da Fina

98.V

Divulgação/CBDA
Aos 39 anos, Nicholas Santos fez o melhor tempo do mundo nos 50m borboleta. Etiene Medeiros foi a única com duas medalhas

Aos 39 anos, Nicholas Santos fez o melhor tempo do mundo nos 50m borboleta. Etiene Medeiros foi a única com duas medalhas

A natação brasileira teve um grande desempenho na Copa dos Campeões da Fina, disputada neste final de semana, em Budapeste, na Hungria. Neste domingo (12), os atletas brasileiros conseguiram uma dobradinha nos 50m peito. João Gomes Júnior foi ouro com o tempo de 26s64 e Felipe Lima, prata com a marca de 26s86.

Mas os grandes resultados começaram já no sábado (11), quando Nicholas Santos teve mais uma grande exibição. Aos 39 anos, ele venceu a prova dos 50m borboleta com o melhor da carreira e do mundo em 2019: 22s60. O tempo é também recorde das Américas.

Bruno Fratus, atual vice-campeão mundial dos 50m livre, ficou com a prata na Copa dos Campeões com a marca de 21s67, atrás apenas do britânico Ben Proud (21s52).

Na mesma prova, mas no feminino, Etiene Medeiros, atual campeã mundial dos 50m costas, ficou com o bronze com o tempo de 28s25. O ouro ficou com Sarah Sjoestroem (24s85), da Suécia, e a prata com Pernile Blume (24s52), da Dinamarca. A pernambucana ainda conquistou mais uma medalha, a prata na prova de 4x100m nado livre, ao lado de Laszlo Cseh, Matt Grevers e Holly Hibbott.

www.cob.org.br
Comitê Olímpico do Brasil

Mais...

Buscas

Todas as notícias