Atletismo

Petrúcio Ferreira bate recorde mundial no encerramento do Circuito Loterias Caixa de Atletismo

128.V

CPB

Petrúcio Ferreira quebrou neste domingo, 9, o recorde mundial dos 200m, classe T47, para amputados de braço. O paraibano de 21 anos registrou 21s10, no último dia da primeira etapa nacional do Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. A competição terminou com quatro recordes mundiais batidos, além de dez novas marcas das Américas e 20 recordes brasileiros.

Ao cruzar a linha de chegada, Petrúcio diminuiu em sete centésimos a melhor marca da história da prova. O tempo anterior era de 21s17 e foi registrado por ele próprio, no Grand Prix de Berlim, Alemanha, em julho do ano passado. O atleta é o atual campeão mundial da prova, que não estará no programa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

"Não há prova melhor de se correr do que os 200m. Consigo fazer uma corrida muito boa nos 100m, mas não se compara com o que sinto nos 200m. Vim para São Paulo com este objetivo, pois fazia muito tempo que não me inscrevia nesta distância. Precisava matar a ansiedade, e não há forma melhor do que fazer isso e ainda quebrar o recorde mundial da prova", disse Petrúcio, que perdeu parte do braço esquerdo quando criança, em uma máquina de moer capim.

No sábado, 8, a santista Beth Gomes, no lançamento de disco e no arremesso de peso, classe F52, e o paulista André Rocha, no arremesso de peso, classe F53, também quebraram recordes mundiais em suas provas de campo. Os atletas agora voltam o foco para a disputa dos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, de 23 de agosto a 1º de setembro, e para o Mundial da modalidade, que acontecerá de 7 a 15 de novembro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Os atletas que ainda não atingiram os índices classificatórios para estas competições terão mais chances. No próximo domingo, 16, haverá o Desafio CPB/CBAt, que encerrará o prazo de validação de marcas para o Parapan de Lima. A segunda etapa nacional do Circuito Brasil Loterias Caixa de Atletismo será nos dias 10 e 11 de agosto, no CT Paralímpico, em São Paulo. Já a terceira fase nacional receberá a denominação de Campeonato Brasileiro, que está programado para ocorrer nos dias 28 a 29 de setembro, também no CT, e fecha o período de classificação ao Mundial.

Os atletas que disputarão as etapas nacionais do Circuito alcançaram, nas fases regionais, os índices classificatórios estabelecidos pelo Departamento Técnico do CPB. Ao todo, foram realizados quatro estágios: São Paulo, no CT Paralímpico, em fevereiro; Norte-Nordeste, em João Pessoa (PB), em março; Centro-Leste, em Uberlândia (MG), e Rio-Sul, em Curitiba (PR), em abril.

O Circuito
O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidade para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país. Em 2019, as disputas das fases nacionais serão separadas por uma modalidade em cada fim de semana - haverá ainda um Campeonato Brasileiro de cada esporte.

Patrocínios
O paratletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias