Tênis

Minas Gerais é grande campeão da Copa das Federações de Tênis em CR

79.V

CPB

Na última quinta, 6, a Copa das Federações de Tênis em Cadeira de Rodas chegou ao fim. Após seis dias de intensas disputas no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, foram definidos os campeões entre os homens e as mulheres. O Estado de Minas Gerais foi o grande campeão, ficando com o título tanto no masculino quanto no feminino.

Na decisão da Primeira Divisão do masculino, disputada na quinta-feira, Minas Gerais superou a equipe de Santa Catarina por 2 partidas a 1. Entre o terceiro e o sétimo lugar ficaram, respectivamente, Goiás, Sergipe, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Por ter ficado na última colocação, o Paraná disputará a Segunda Divisão no próximo ano.

Campeão da Segunda Divisão, o Espírito Santo herdará a vaga na elite. Na decisão, o ES venceu a equipe do Ceará. Na sequência da classificação aparecem Maranhão, Amapá, Rio Grande do Norte, Rondônia, Acre, Paraíba, Tocantins e Amazonas.

Essa foi a segunda edição da Copa das Federações de TCR, que foi ainda maior do que a competição realizada no ano passado. O torneio já está confirmado para 2020, com a expectativa de reunir ainda mais Estados e atletas.

"Foi um grande evento, que está cada vez maior. Em 2020, a realização já está garantida. Tivemos muitas surpresas entre os atletas, em que vemos o nível técnico aumentando cada vez mais. Vimos equipes muito bem formadas, e bem estruturadas em todos os níveis: presidência, capitães e atletas engajados. Queremos fazer com que esse evento seja maior, o que dignifica o tênis em cadeira de rodas no Brasil", destaca Jesus Tajra, vice-presidente do CBT e presidente do Conselho Administrativo do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Na segunda-feira, Minas Gerais comemorou a primeira colocação na chave feminina, que estreou em 2019 na Copa das Federações. A equipe do sudeste conquistou a colocação após a decisão contra São Paulo.

A equipe de Santa Catarina ficou com a terceira posição, à frente de Goiás. Rondônia, Espírito Santo, Ceará e Acre ficaram entre o quinto e oitavo lugar, respectivamente.

CLASSIFICAÇÃO FINAL

PRIMEIRA DIVISÃO - MASCULINO
1º Minas Gerais
2º Santa Catarina
3º Goiás
4º Sergipe
5º São Paulo
6º Rio de Janeiro
7º Distrito Federal
8º Paraná

SEGUNDA DIVISÃO - MASCULINO
1º Espírito Santo
2º Ceará
3º Maranhão
4º Amapá
5º Rio Grande do Note
6º Rondônia
7º Acre
8º Paraíba
9º Tocantins
10º Amazonas

PRIMEIRA DIVISÃO - FEMININO
1º Minas Geraias
2º São Paulo
3º Santa Catarina
4º Goiás
5º Rondônia
6º Espírito Santo
7º Ceará
8º Acre

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias