Pela primeira vez

Seleções de Basquete em CR treinam pela primeira vez com convocados para Parapan de Lima

302.V

CPB

As Seleções Brasileiras de basquete em cadeira de rodas, feminina e masculina, estão no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, para a quarta fase de treinamento da temporada, que se encerra neste sábado, 20. A etapa é a penúltima antes dos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, que são classificatórias para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. Esta fase de treinamento foi a primeira após a divulgação da lista de convocados, nesta terça, 16.

Para os atletas, como Vileide Brito, a Vivi, a responsabilidade agora aumenta: "A expectativa estava bem grande. Já é a nossa quarta etapa de treinamento, e estava aquele friozinho na barriga, chegando à finalização, já tendo os cortes, tendo que ficar só as 12. Agora vem a responsabilidade maior ainda da competição e a felicidade imensa de poder, mais uma vez, estar representando o nosso país e, se Deus quiser, trazer uma medalha."

O técnico da Seleção feminina, Wilson Corrêa, explica que o time está focando em exercícios de força, especialmente as atletas de classe mais baixa: "Nós vamos todas as manhã à pista indoor para fazer um trabalho de puxar trenó ou usar um paraquedas. Conforme a atleta corre com o paraquedas, ele abre, e isso dá força. Nós também usamos o trenó, que é equipamento do próprio CT. Pesa em média 5kg e as atletas puxam com a cadeira."

Já o time masculino optou por realizar a preparação com jogos. "Para a fase de treinamento, conseguimos convocar atletas que também teriam níveis para estar na seleção. Muitos deles já fizeram parte da preparação, para que a gente pudesse colocar a equipe convocada em situação de jogo de verdade. Nós realizamos três jogos. Assim, a gente acaba jogando com a equipe estourada na classificação, aumentando o nível e a dificuldade dos jogos que estamos fazendo, como forma de preparação", explica Sileno Santos, técnico da Seleção masculina.

O que há em comum entre as duas equipes é a certeza da boa preparação e o foco no pódio: "Estamos fazendo uma preparação forte junto com a academia e dois treinos diários de aproximadamente três horas. Fizemos três jogos com o pessoal que faz parte do grupo e não foram convocados porque, infelizmente, só vão 12, mas continuam sendo atletas super qualificados. A nossa expectativa é a melhor para o Parapan, de chegar entre os três melhores e conquistar a vaga para Tóquio", afirma Gelson Júnior, atleta do basquete.

A campeã e vice-campeã parapan-americana no feminino e os três primeiros colocados no masculino se classificarão para os Jogos de Tóquio 2020. No Parapan de Toronto 2015, o Brasil faturou a medalha de bronze no feminino e a equipe masculina ficou em quarto lugar.

Na próxima fase de treinamento, que acontece entre os dias 11 e 17 de agosto, os times masculino e feminino jogarão amistosos. A intenção é avaliar o nível técnico dos times. Os Jogos Parapan-Americanos de Lima acontecem de 23 de agosto a 1º de setembro.

Assessoria de Comunicação do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

www.cpb.org.br
Comitê Paralímpico Brasileiro

Mais...

Buscas

Todas as notícias

Publicidade
  • Cefec - Centro de Formação Educacional de Campos
  • Judocam 300x250 - Pai, invista...
  • Aulas
  • PARA ABENÇOAR

Outras notícias...